Pedal Sonoro no Territórios da Arte – Interculturalidades

É com imensa satisfação que o coletivo Pedal Sonoro integra a programação do projeto Territórios da Arte – Interculturalidades, desenvolvido pelo Centro de Artes UFF em parceria com a Funarte.

site_01.png

Depois de percorrer as cidades de Cuiabá (MT), Florianópolis (SC), Belém (PA) e Recife (PE), o Territórios da Arte chega a Niterói para o seu encerramento. Na etapa Sudeste, o projeto propõe revisitar a cultura das quatro regiões pelas quais passou e promover debates, oficinas, apresentações de coletivos artísticos e shows. As discussões sobre direitos da cultura, Amazônia, arte e tecnologias de emancipação, matrizes e ancestralidade, são alguns dos assuntos que atravessam todos os territórios e estão representados no evento.

Em Niterói, o “Territórios da Arte” se une ao “Interculturalidades”, com programação entre os dias 2 e 8 de outubro no Centro de Artes UFF e no Campus do Gragoatá. Depois, haverá desdobramentos nos campi de Rio das Ostras nos dias 9 e 10 de outubro, e de Campos dos Goytacazes de 11 a 13 de outubro.

Para acessar a programação completa do projeto, clique aqui

site_02.png

Confira, abaixo, a nossa participação NESTA QUINTA (05/10)

14H | Campus do Gragoatá UFF

Roda de Conversa: DIREITOS DA CULTURA: A CIDADE POR DIREITO

Participantes: Luciana Medeiros (Circular Campina, Holofote Virtual – PA), Maria Thereza Azevedo (Coletivo À Deriva – MT), João Grand Jr (Rede de Roda de Samba) e Luís Araujo (Coletivo Pedal Sonoro) | Mediação: Pedro Gradella (UFF)

16H | Cine Arte UFF

Exibição do Filme: BIKES VS CARS + painél ciclomobilidade e educação no trânsito

18H | Jardins da Reitoria UFF

Bicicletada Musical: PEDAL SONORO MANGUE BEAT

Concentração às 18h / saída às 19h em direção ao Campus do Gragoatá, onde ocorrerá apresentações de DJs e show com a banda Mundo Livre S/A!

Para acessar o evento no facebook, clique aqui

 

CicloMobiliTarde: uma tarde dedicada à mobilidade ativa

CAPA_SITE

A Semana da Mobilidade está chegando e o Pedal Sonoro, em parceria com o Centro Cultural Paschoal Carlos Magno, está elaborando com muito carinho um encontro para debatermos este tema de extrema importância em nossa cidade, assim como na maioria dos municípios brasileiros, tendo como foco a mobilidade ativa.

A mobilidade ativa, também denominada de mobilidade suave ou mobilidade não-motorizada é uma forma de mobilidade para transporte de pessoas, e em alguns casos de bens, que faz uso unicamente de meios físicos do ser humano para a locomoção. Os meios de transporte ativos mais amplamente usados são andar a pé e de bicicleta. Todavia outros meios menos frequentes com propulsão humana como por exemplo, qualquer velocípede não-motorizado, patins, skate ou trotinetas, também se enquadram dentro da mobilidade ativa. (Wikipedia)

Confira a programação:

prog.png

13h | abertura

13h30-14h45 | painéis temáticos

MOBILIDADE A PÉ com Thatiana Murillo / Caminha Rio

CICLISMO E ORGANIZAÇÃO com Charles Gomes / União Gonçalense de Ciclistas

TRANSPORTE PÚBLICO com Paola Porto (Comissão de Acompanhamento e Estudo da Legislação de Trânsito OAB-Niterói / Mestre e Doutoranda UFF)

CAMPANHAS Bicicleta nas Eleições 2016 / Bicicleta nos Planos (União de Ciclistas do Brasil – UCB) com Pedal Sonoro

15h-17h30 | Mão na Roda (oficina livre e colaborativa de mecânica em bicis) c/ Garage Bike, Bretas Bike e Piratas de bici

18h-19h30 – Cineclube Pedal Sonoro: Cidades para carros ou para pessoas?

Distribuição de senha para sorteio de brindes aos 30 primeiros participantes (chegue cedo para concorrer!) e atividades para a criançada ao longo de toda a tarde!

site01

 

Apoio Institucional

barra_pmn.jpeg

Parceiros: Bicicleta e Companhia, Bike Anjo Niterói, Bretas Bike, Caminha Rio, Ciclismo Urbano, Ecoando, Fórum de Transparência e Controle Social, Garage Bike, Mobilidade Niterói, MobiRio, Niterói Para Pessoas, Observatório Social de NiteróiPatricia Thomaz FotografiaPiratas de Bici, Redes da MaréUnião Gonçalence de Ciclistas.

Para acessar o evento no facebook, clique aqui ou utilize o código abaixo:

 

B79A027B-2D65-48E9-83A7-29CBA88FD04D.JPG

Mão na Roda: oficina livre e colaborativa de mecânica em bicicletas

Inspirados por outras iniciativas semelhantes no Brasil e ao redor do mundo, NESTE DOMINGO (27), o Pedal Sonoro realizará a primeira edição da MÃO NA RODA, uma oficina livre e colaborativa de mecânica em bicicletas.
 
Partimos do princípio que juntos, somando nossos conhecimentos, podemos fazer pequenos reparos e melhorias em nossas magrelas.

Bike-Mechanic1

Em breve, vamos girar por outras regiões da cidade com esta atividade. A Zona Norte e a Região Oceânica estão em nosso radar.

Contamos com sua presença para trocarmos ideias e conhecimentos!

Neste domingo (27/08) | 15/18h

Campo de São Bento / Centro Cultural Paschoal Carlos Magno

Para acessar o evento no facebook, clique aqui ou, se preferir, faça a leitura do código QR abaixo:

58C4C099-6171-465D-8F3B-3B9A58EEF6B1.JPG


Pedal Sonoro | The Smiths / Cure

Neste sábado (12/08), o Pedal Sonoro invade a rebeldia melancólica dos anos 80 e une as duas bandas mais aclamadas do pós-punk britânico.

273-cover-tease-no-type-smiths-770.jpgThe Smiths: considerada pelos críticos a banda de rock alternativo mais importante dos anos 80.

rs-245886-RS-The-Cure.jpgThe Cure: seus cds são um verdadeiro manifesto pra toda uma geração que clamava, e ainda clama, por contraversão.

Morrissey e Roberth Smith vão levar à cidade sorriso toda diversão de uma década permeada por filmes estranhos, cortes de cabelos questionáveis e, claro, as inesquecíveis músicas que permanecem pra sempre em nossos corações nostálgicos.

20727269_2036958866330108_918673410_o.jpg

Para embalar a pedalada, não vão faltar clássicos como Just Like a Heaven, Friday I’m in Love, This Charming Man, Bigmouth Strikes Again, Ask, Boys Don‘t Cry, In Between Days e muito mais!

SÁBADO (12/08) | CONCENTRAÇÃO 17H / SAÍDA 18H
CICLOPONTO ICARAÍ [Calçadão da Praia, em frente à Reitoria/UFF]

para acessar o evento no facebook, clique AQUI

Plano de Mobilidade Urbana / Niterói

O que é?

O Plano de Mobilidade Urbana (PMU) é o instrumento de planejamento e gestão da mobilidade de um município. Ele trata de pensar, desenvolver e propor como se darão os deslocamentos de pessoas e bens em uma cidade, integrado a planos de outras políticas temáticas e que têm relação com a mobilidade urbana, como uso do solo, moradia, mudanças climáticas, energia, etc.

De acordo com a Política Nacional de Mobilidade Urbana – PNMU – Lei 12.587/2012, os municípios brasileiros que têm mais de 20 mil habitantes deveriam ter elaborado esse Plano até abril de 2018, impossibilitando inclusive de receberem verbas federais destinadas à mobilidade urbana.

Niterói

Em fevereiro de 2016, a Prefeitura de Niterói lançou o PMU durante uma solenidade que contou com a presença de membros do primeiro escalão do governo e representantes das instituições ITDP – Instituto de Políticas de Transportes e Desenvolvimento e da WRI – World Recources Institute.

Na ocasião, foi informado que haveria audiências públicas sobre o tema e que a participação da população estaria assegurada neste processo.

No mês de março, o município de Niterói recebeu US$ 100 mil do Banco de Desenvolvimento da América Latina, para elaboração do PMUS e uma empresa indicada pelo banco deveria realizar uma consultoria técnica do projeto, cuja meta principal é priorizar o transporte coletivo e o não motorizado.

Segundo o blog do secretário executivo Axel Grael: “o PMU integra os planejamentos de mobilidade existentes com as novas ações em curso, como dentre outras a TransOceânica, o Programa Niterói de Bicicleta, o projeto do VLT, o sistema de mobilidade previsto no PUR para a Região de Pendotiba e o Centro de Controle Operacional de Trânsito de Niterói (CCO).”

Captura de Tela 2017-08-01 às 23.02.08.png

A Ciclomobilidade no PMU

Dentro do PMU, a bicicleta deve ser considerada como prioridade, junto com outros transportes ativos, sobre os transportes motorizados (PNMU art. 6, II). Além disso, ela é uma ótima forma de melhorar a saúde da população, diminuindo gastos com saúde pública, contribuir com a redução da poluição do ar e sonora, além de não emitir gases de efeito estufa, economizar recursos e estimular a economia local, bem como reduzir os engarrafamentos, resultando em menos stress e menos tempo perdido no trânsito, aumentando a produtividade e a geração de renda na cidade.

“Nos candidatamos a essa concorrência, pois o Plano de Mobilidade Urbana Sustentável (PMUS) representa a última diretriz a ser colocada em prática, dentro dos instrumentos de gestão. Niterói possui inúmeros projetos direcionados à mobilidade, no entanto, é preciso integrar as estratégias ao plano cicloviário e aos veículos não motorizados. Por isso, iremos incentivar o uso desses meios de transporte, oferecendo estrutura e alternativas de locomoção, por meio de diagnósticos inteligentes que serão coletados na pesquisa de campo”, palavras do subsecretário de Urbanismo e Mobilidade Urbana, Renato Barandier.

Anda de acordo com o blog de Axel Grael: “o programa inclui também a construção de 57 quilômetros de malha cicloviária, 100 bicicletários abertos e dois cobertos completos, cada um com capacidade para 200 bicicletas.”

 

Fontes:

Bicicleta nos Planos

Blog do Axel Grael

Jornal O Fluminense

Mobilidade Niterói

Pedal Sonoro | Carpe Diem (23/07/17)

Participe de nossa edição especial neste domingo (23): Pedal Sonoro Carpe Diem!

carpe diem.png

Bicicletada musical ao som de músicas para começarmos muito bem o dia.

Concentração 9h / saída 10h
Cicloponto Icaraí [calçadão da praia, em frente à Reitoria/UFF]

Clique aqui para acessar o evento no facebook.

Confira, no video abaixo, como foi a nossa edição Carpe Diem em 24/08/14:

RECOMENDAÇÕES IMPORTANTES:

1) Durante a bicicletada, observe e mantenha-se dentro do perímetro estabelecido pela equipe de apoio. Evite pedalar muito à frente ou muito atrás do pelotão. Respeite os limites das faixas de rolamento dos carros quando houver orientação;

2) Jamais pedale sobre as calçadas, ela é EXCLUSIVA dos pedestres;

3) Não pedale fazendo manobras, tirando fotos ou bebendo. Isso pode ocasionar um esbarrão em outros ciclistas, causando acidentes;

4) Durante o passeio, evite que se criem grandes espaços entre as bicicletas (buracos). Ao pedalarmos em um grupo compacto, evitamos que motos e carros consigam entrar no meio pelotão, colocando nossa segurança em risco;

5) Se você colaborar na formação de “rolhas”, procure ser simpáticx com xs motoristas;

6) A fim de evitarmos paradas desnecessárias, verifique as condições de sua bicicleta e, caso seja necessário, leve-a a um cicle da cidade;

7) Não recomendamos que crianças menores de 10 anos e/ou ainda sem domínio da bicicleta participem pedalando. Contamos com a colaboração do pais / responsáveis.

Uma excelente pedalada a todas e todos!

 

Pedal Sonoro | Iron Maiden (27/05)

Pela primeira vez em 3 anos, o Pedal Sonoro se rende ao gênero Heavy Metal e realizaremos, neste sábado, uma justa homenagem a banda britânica Iron Maiden.

Cique aqui para acessar o evento no facebook.

Roupas escuras, correntes, etc são bem vindas!

capa_iron.png

Pioneiros do movimento musical que ficou conhecido como NWOBHM (Nova Onda do Heavy Metal Britânico), a banda atingiu êxito substancial no início dos anos 1980, acompanhada de uma crescente base de fãs. Mas foi com o disco The Number of the Beast, de 1982, que o Iron Maiden chegou à fama internacional, produzindo uma sequência de álbuns multi-platina que tornaram-se clássicos do género. O seu trabalho influenciou diversas bandas de rock e metal, das mais antigas às modernas, e são considerados um dos grupos mais importantes e influentes do estilo. (WikiPedia)

Saiba mais sobre a banda, clicando aqui!

NESTE SÁBADO (27/05) | CICLOPONTO ICARAÍ

[calçadão da Praia de Icaraí, em frente à Reitoria/UFF]

concentração 18h / saída 19h