Confira o balanço 2018

Para um coletivo integrado exclusivamente por voluntários e sem nenhum financiamento por parte de empresas ou governo, 2018 foi sensacional.

Confira o que rolou ao longo deste ano!

CAMPANHAS

O coletivo Pedal Sonoro é o operador da campanha Bicicleta Nos Planos em Niterói, realizada pelo Bike Anjo e UCB – União de Ciclistas do Brasil, que tem o objetivo de inserir a bicicleta no Plano de Mobilidade Urbana.

Participamos ainda das campanhas Dia Mundial Sem Carro, De Bike ao Trabalho e Mobilidade Ativa nas Eleições, além de realizarmos campanha educativa permanente para conscientização de ciclistas por meio de nossos canais de comunicação.

tarja1.png

CICLOEXPERIÊNCIA

A edição deste ano ocorreu no Teatro Popular Oscar Niemeyer e contou com a participação de dezenas de parceiros e iniciativas, além de convidados de outros estados. A atividade foi um sucesso e contou com grande público de todas as vertentes do ciclismo. Além disso, a CicloExperiência 2018 marcou o lançamento da campanha Bicicleta Nos Planos na cidade e da Rádio Pedal Sonoro que fez uma cobertura ao vivo diretamente do local, registrando alta audiência.

ATIVIDADES

Neste ano, realizamos nada menos que 16 bicicletadas musicais em Niterói e no Rio de Janeiro, além de produzimos outras atividades de promoção da cultura da bicicleta como o Pedalzinho Sonoro, Oficina de Pedal Sonoro, Cineclube Pedal Sonoro.

Além disso, marcarmos presença em diversos eventos como a Bicicletada RO no Caminho da BEM (Região Oceânica), Oficina de Formação de Bicicleta no Sudeste / Bicicleta Nos Planos, Bicicultura, Fórum Rio / Casa Fluminense (São Gonçalo), Pedal da Paz, Dia Mundial Sem Carro Niterói, Fórum Lixo Zero Niterói e Pedal Treme Terra. Ah, também fomos indicados ao Prêmio Sou de Niterói, promovido pelo jornal O Globo!

Este slideshow necessita de JavaScript.

14/01 – Pedal Sonoro Woodstock
03/02 – Carnaval no Ingá (Museu do Ingá)
03/02 – Carnapedal Sonoro
16/03 – Pedal UFF Sustentável
08/04 – Pedal Sonoro Eric Clapton
21/04 – Bicicletada da CicloExperiência 2018
20/05 – Pedal Sonoro Stevie Wonder
10/06 – Pedal Sonoro no Bicicultura 2018 (Rio de Janeiro)
08/07 – CicloArraiá do Pedal Sonoro
12/08 – Pedal Sonoro Dia dos Pais
09/09 – Pedal Sonoro Cazuza
22/09 – Fórum Mar Aberto / Dia Mundial Sem Carro (Rio de Janeiro)
14/10 – Pedal Sonoro Ploc 80
11/11 – Pedal Sonoro Trilhas de Cinema
09/12 – Pedal Sonoro Retrospectiva 2018
15/12 – Bicicletada + Festa de 5 anos do Pedal Sonoro

COMUNICAÇÃO

Produzimos sistematicamente conteúdo em fotografia, imagem, vídeo e áudio para alimentar nossas redes sociais. Marcamos presença no Facebook, Instagram, Youtube e Telegram compartilhando conteúdos exclusivos e de terceiros: notícias e informações relevantes pra quem pedala!

Na Rádio Pedal Sonoro, os ciclistas de Niterói e de todo o Brasil, mandaram o recado na série fala ciclista, veiculada durante toda a programação.

 

INCIDÊNCIA POLÍTICA

Como de costume, o Pedal Sonoro cumpriu um papel fundamental na politica municipal, cobrando exaustivamente do poder público o cumprimento dos compromissos assumidos por esta gestão através da Carta Compromisso pela Mobilidade Ativa / Bicicleta Nas Eleições 2016. Também buscamos dialogar com o programa Niterói de Bicicleta da Secretaria Executiva, estagnado desde 2016 e que, apesar de uma nova coordenação, absolutamente nada fez pela ciclomobilidade ao longo de todo este ano.

barra2

Com o apoio dos mandatos legislativos de Bruno Lessa (PSDB), Paulo Eduardo Gomes (PSOL), Sandro Araújo (PSB) e Talíria Petrone (PSOL) encaminhamos diversos ofícios aos gestores municipais cobrando segurança para quem pedala na cidade, raramente respondidos e jamais atendidos pela Prefeitura de Niterói.

Não nos omitimos e acompanhamos de perto os trágicos episódios envolvendo ciclistas em nossa cidade, como atropelamentos fatais e acidentes recorrentes, participando de diversas reportagens jornalísticas, cobrando a responsabilidade e indicando soluções junto aos gestores municipais.

AGRADECIMENTOS

Celebramos com entusiasmo a parceria firmada com a Secretaria das Culturas, Fundão de Artes de Niterói e a administração do Teatro Popular Oscar Niemeyer para a realização da CicloExperiência.

Agradecemos imensamente às dezenas de pessoas que colaboraram com os crowndfundings realizados para viabilizarmos a CicloExperiência e a participação do músico Plá Curitiba no Bicicultura Rio 2018.

Nossa gratidão à Casa Fluminense, ao ICS – instituto Clima e Sociedade, ao Museu do Ingá, ao Centro Cultural Paschoal Carlos Magno, ao Cantinho da Batata e a Coordenadoria de Trânsito da Guarda Municipal, assim como a todas as iniciativas e coletivos que nos apoiaram este ano.

Por fim, agradecemos à parceria e o apoio da Amazonas e Garage Bike.


Contamos com a sua colaboração para seguirmos em nossa luta, promovendo a bicicleta como meio de transporte, colaborando para a mobilidade sustentável das cidades, e conscientizando os ciclistas a respeito de seus direitos e deveres.

 Que venha 2019!

O futuro da mobilidade urbana no Brasil

O próximo presidente do Brasil será eleito no próximo domingo (28) e terá grandes desafios pela frente. Além de reunificar o país, dividido politicamente antes mesmos do processo eleitoral, deverá desenvolver e implementar políticas públicas para o desenvolvimento da economia, educação, saúde, segurança, dentre outras áreas.

Enquanto cidadãos-ciclistas e pedestres precisamos conhecer as propostas para a mobilidade urbana materializadas nos planos de governos dos presidenciáveis.

Mobilidade urbana é a condição criada para as pessoas poderem selocomover entre as diferentes zonas de uma cidade.

Atualmente, os automóveis particulares e os meios de transportes públicos são os meios de mobilidade urbana mais utilizados.

O Brasil é um dos países que mais sofre com problemas de mobilidade urbana, justamente por ter um histórico de planejamento urbano baseado no modelo rodoviarista, ou seja, um grande investimento na expansão e melhoramento das rodovias.

Justamente por isso, estudamos os planos de governo de Fernando Haddad (PT) e Jair Bolsonaro (PSL) através de uma metodologia simples, a partir de palavras-chaves, todas elas diretamente relacionadas com à qualidade de vida de quem se desloca a pé, de bicicleta, de transporte público, ou mesmo de automóvel nas cidades.

palavras.png

Também destacamos algumas das propostas para a mobilidade urbana,  encontradas nos Planos de Governo. Confira abaixo!

Fernando Haddad (PT)

Além da saúde do trabalhador, o governo Haddad vai produzir políticas intersetoriais, por exemplo, para reduzir os acidentes de trânsito e todas as formas de violência, com a participação de diversas áreas do governo, para garantir atenção especial e integrada às populações vulneráveis. Serão implantadas ações voltadas para a saúde das mulheres, pessoas negras, LGBTI+, idosos, crianças, juventudes, pessoas com deficiência, população em situação de rua, população privada de liberdade, imigrantes, refugiados e povos do campo, das águas e das florestas. (pág 29)

A transição ecológica tem como horizonte o Direito à Cidade, entendido não apenas como o combate às desigualdades, com a provisão de moradia digna, segurança jurídica na posse da terra e condições básicas de infraestrutura urbana, que fazem parte da agenda da reforma urbana, como também a democratização dos espaços urbanos, a prioridade do viário para o transporte coletivo e mobilidade ativa e a perspectiva de tornar as cidades mais limpas e saudáveis. (pág 52)

A prioridade do governo será apoiar a expansão e a modernização dos sistemas de transporte público, prioritariamente os de alta e média capacidade– trens, metrô, VLT, BRT e corredores exclusivos de ônibus. Simultaneamente, serão incentivados Estados, DF e Municípios a promover o transporte público confortável – piso rebaixado, motor dianteiro, ar condicionado, suspensão macia – e a implantação de ciclovias, exigindo essas políticas como condição de acesso a recursos para mobilidade.

Um dos maiores desafios para assegurar o viver bem nas cidades é a mobilidade urbana, especialmente nas grandes cidades. Por isso, vamos investir em infraestrutura de mobilidade sustentável, que reduza o tempo de deslocamento das pessoas, que rompa com o paradigma excludente e poluente do transporte individual motorizado e que assegure tarifas acessíveis. (pág 54)

A diretriz estratégica é o fomento ao transporte público acessível e inclusivo para pessoas com deficiência e idosos, que dê conforto e segurança aos passageiros e que já antecipe o fato de, nos próximos anos, haver mais idosos do que crianças no Brasil. Além disso, o governo Haddad municipalizará a CIDE combustível para assegurar a redução das tarifas, expansão das gratuidades e do transporte público.

Serão incentivados os sistemas de carona solidária e de compartilhamento de veículos, que aumentam a eficiência de consumo de combustível e uso do espaço urbano com veículos individuais. Além disso, o governo fará investimentos no desenvolvimento tecnológico nacional para alavancar a frota de veículos movidos a etanol, biodiesel, biocombustíveis e híbridos; também serão incentivados os veículos elétricos alimentados pela eletricidade limpa. Será promovido ainda o transporte não motorizado, com a expansão de ciclovias e calçadas. Em parceria com os Municípios, DF e Estados, o governo federal vai desenvolver políticas para redução drástica dos acidentes e mortes no trânsito, através de ações permanentes nas escolas e junto à sociedade, com melhoria na formação de condutores e com redução de velocidade nos centros urbanos. (pág 55)

 

Jair Bolsonaro (PSL)

O plano de governo do candidato não apresenta nenhuma proposta voltada para a mobilidade urbana, apesar de fazer regência às palavras-chave.

Para aumentar a importância do Gás Natural no setor, é importante acabar com o monopólio da Petrobras sobre toda a cadeia de produção do combustível, mediante o Livre acesso e compartilhamento dos gasodutos de transporte. (pág 75)

Brigar para que os jovens tenham um futuro e os idosos não fiquem desamparados por um estado falido, uma educação aparelhada ideologicamente e uma saúde em frangalhos. (pág 80)

vote.png

Os planos de governos utilizados nesta consulta estão disponíveis no site do TSE.

Você pode e deve acessá-los para conferir estas e outras propostas!

 

radio.png
ou acesse: www.radio.pedalsonoro.com.br