Av. Marquês de Paraná: esclarecimentos

Em matéria publicada recentemente pelo O Globo, a Prefeitura de Niterói voltou a prometer a conexão cicloviária da Av. Marquês de Paraná, via com elevado trânsito de ciclistas e nenhuma infraestrutura cicloviária.

A prefeitura anuncia que vai priorizar a implantação da ciclovia no cronograma das obras de ampliação das pistas da Avenida Marquês do Paraná. O traçado deve começar a ser feito no mês que vem, e a conclusão está prevista para novembro. A obra toda, incluindo praça e calçadas, está orçada em R$ 11,8 milhões e prometida para o início de 2019. (O Globo, 16/06/18)

cronograma.png

Esta conexão, fundamental para a circulação dos ciclistas na cidade, foi inicialmente prometida pela Prefeitura de Niterói para dezembro de 2015, durante uma audiência pública sobre o Sistema Cicloviário da Cidade que contou com o então vice-prefeito Axel Grael.

Ao fim a força da massa de cicloativistas e simpatizantes culminou em respostas objetivas e metas assumidas pela Prefeitura de Niterói ainda para o ano de 2015, dentre elas: entregar a malha cilcoviária pronta e completa ligando a Zona Norte e a Zona Sul à Marques do Paraná até o final do ano. (Blog do Daniel Marques)

A conexão cicloviária entre a Zona Norte, o Centro e a Zona Sul – e não somente entre o Centro e a Zona Sul como agora propõe a prefeitura – também foi um dos 10 compromissos assumidos pelo prefeito Rodrigo Neves através da Carta Compromisso pela Mobilidade Ativa, fruto da campanha Bicicleta nas Eleições, realizada em 2016 pelo Pedal Sonoro.

Implantar, com urgência, a conexão cicloviária Zona Sul – Centro – Zona Norte (Avenidas Marquês de Paraná – Jansen de Melo), por meio de estrutura segregada do trânsito de veículos motorizados.

Embora o Pedal Sonoro tenha solicitado diversas vezes um encontro com o prefeito para discutirmos a implementação destas propostas, conforme resposta do secretário executivo Axel Grael em fevereiro de 2017, até o presente momento nunca fomos recebidos por Rodrigo Neves ou qualquer outro secretário para debatermos o assunto.

axel.png

Por diversas vezes também solicitamos à Prefeitura de Niterói o projeto executivo da infraestrutura cicloviária a ser implantada, inclusive através de ofícios legislativos, mas esta informação nunca foi apresentada à sociedade, contrariando princípios básicos de transparência e impedindo a participação social.

NÓS, CICLISTAS E USUÁRIOS, NÃO FOMOS OUVIDOS!

oficio.png

Por fim, cabe a nós e também a você ciclista, acompanharmos de perto o desenrolar deste processo, cobrando as informações não apresentadas e, sobretudo, os prazos de execução da obra estabelecidos pela própria prefeitura.

Sem dar detalhes sobre o projeto da ciclovia da Avenida Marquês do Paraná, a prefeitura adianta apenas que o traçado será o de uma ciclovia segregada.

(O Globo, 16/06/18)

CONTAMOS COM VOCÊ!


De segunda à sexta, às 9h30 e 22h30: acompanhe a Faixa Especial Av. Marquês de Paraná na sua Rádio Pedal Sonoro com depoimentos de ciclistas que pedalam diariamente no local e como se sentem em relação à segurança.

Confira alguns exemplos abaixo!

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s